Cada vez mais brasileiros vêm aderindo à dieta vegetariana, seja por opção nutricional ou por adoção ao estilo de vida. Há quem seja contrário ao sofrimento dos animais, quem queira adotar uma dieta mais leve, quem seja alérgico à proteína da carne, ou faça a opção por motivos religiosos.

A dieta vegetariana difere da dieta onívora, em que a base da alimentação são os vegetais e animais, em vários aspectos. De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira, o vegetariano pode ou não ingerir alimentos derivados de animais. Na dieta vegetariana, encontramos subdivisões, como a vegana, a lacto-vegetariana, a ovo-lacto-vegetariana, a ovo-vegetariana, a crudívora e a frugívora.

Créditos: arpenkovDenis/iStock

Cada vez mais brasileiros vêm aderindo à dieta vegetariana

Em 2013, de 8% a 9% dos brasileiros se declaram vegetarianos ao IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia de Estatística). Dados do Instituto Ipsos -empresa de pesquisa e de inteligência de mercado - reforçam que 28% dos brasileiros têm procurado comer menos carne.

O crescimento desses tipos de dieta no Brasil acompanha uma tendência mundial. Segundo a SVB, na Europa, por exemplo, 14% de todos os novos produtos lançados em 2015 são vegetarianos ou veganos. De 2013 a 2015, o lançamento de produtos veganos cresceu 150% no continente. Nos supermercados brasileiros também já é possível encontrar muitas versões veganas de produtos cárneos ou lácteos, como nuggets, presuntos, quibes, coxinhas, salsichas, linguiças, sorvetes e requeijões.

A dieta vegetariana existe em diversas formas, confira abaixo:

Ovolactovegetarianos

Créditos: Ovolactovegetarianos

Não ingerem nenhum tipo de carne (nem frango, peixe ou frutos do mar), mas consomem laticínios e ovos. Esse tipo de vegetarianismo é o mais comum

Lactovegetarianos

Créditos: Lactovegetarianos

Além de não ingerir nenhum tipo de carne – como os ovolactovegetarianos -, os lactovegetarianos excluem os ovos da dieta. É o tipo de vegetarianismo predominante em países como a Índia, de acordo com a SVB

Vegetarianos estritos

Créditos: Vegetarianos estritos

Não ingerem nenhum tipo de carne, laticínios ou ovos.

Veganos

Créditos: Veganos

Criado em 1944, na Inglaterra, por Donald Watson, o movimento vegan, ou vegano, vem ganhando cada vez mais espaço na sociedade brasileira. Por motivações éticas, os veganos não consomem nada de origem animal em nenhuma área de suas vidas. Alimentação, vestuário, espetáculos ou qualquer outro tipo de atividade que envolva sofrimento animal é excluída da vida de uma pessoa vegana. O veganismo é uma postura política e não uma dieta

Com informações da Agência Brasil e da SBV