O diabetes mellitus, também conhecido pela sigla DM, é um grupo de distúrbios metabólicos que compartilham um aspecto comum de hiperglicemia (elevação da glicose no sangue), que resulta de defeitos na secreção de insulina e, na ação de insulina ou, mais comumente, de ambos.

Créditos: impson33

Diabetes mellitus, ou simplesmente diabetes, é um grupo de doenças metabólicas em que se verificam níveis elevados de glicose no sangue durante um longo intervalo de tempo

A doença é caracterizada por dois tipos. O tipo I, que ocorre em decorrência do pâncreas não produzir nenhuma ou pouca insulina resultando em glicose circulante no sangue, sendo necessário depender de uma fonte de insulina exógena. Já no tipo II, a presença de insulina é localizada, porém, sua ação é dificultada pela obesidade, o que se denomina como resistência insulínica --uma das causas de hiperglicemia, que ocorre geralmente em pessoas obesas com mais de 40 anos.

Muitas portadores de diabetes do tipo I usam insulina como forma de tratamento, Já quem tem a tipo II pode tomar medicamentos, mas também pode ser controlado com mudanças no estilo de vida.

É muito importante que o portador mantenha o acompanhamento da doença controlando os níveis de glicose no sangue, opte por uma dieta balanceada e, pratique exercícios físicos, pois desse modo pode chegar a evitar ou a minimizar os efeitos que o diabetes pode causar no seu organismo.

Uma pessoa que leva uma vida sedentária e com maus hábitos alimentares possui grandes chances te ter diabetes ou a desenvolver outros problemas de saúde relacionados ou não a diabetes.

Orientadora: Profa. Ms. Katucha Rocha de Almeida e Co-orientadora: Profª.Dr. Ana Carolina Chiou do Nascimento