Medidas de biossegurança para os profissionais da área de estética e cosmética estão ficando cada vez mais necessárias e importantes no dia adia, pois elas visam reduzir ou até mesmo eliminar os riscos existentes no local de trabalho, assim, dando prioridade à saúde do profissional e do cliente durante as atividades realizadas.

Os riscos presentes nos salões de beleza são divididos em cinco: físicos, biológicos, químicos, ergonômicos e de acidentes. Os físicos são provocados por algum tipo de energia; os biológicos por qualquer exposição a material contaminado (como sangue e secreções); os químicos são gases, vapores que podem entrar em contato com o organismo principalmente por vias áreas; os ergonômicos são lesões causadas por esforços repetitivos; e os de acidentes estão ligados com explosões, incêndios.

Créditos: Arquivo pessoal

A questão fundamental da biossegurança é garantir que qualquer procedimento seja seguro

Os profissionais estão constantemente expostos a inúmeras doenças infecciosas (causadas pelos riscos biológicos). As mais comuns na área da estética são as Hepatites B e C, onicomicoses e até mesmo a Aids (acquired immunodeficiency syndrome). Porém, se houver a higienização das mãos e a utilização correta dos EPI’s (equipamentos de proteção individual), as chances de contaminação se tornam quase nulas.

Os materiais e utensílio descartáveis utilizados devem ser jogados fora e trocados a cada cliente, evitando o risco de ocorrer infecções cruzadas. Já os materiais não descartáveis devem passar pela higienização, desinfecção e esterilização.

A higienização ou limpeza é feita com água e sabão neutro. Já a desinfecção é realizada com álcool a 70% ou solução alcoólica de gluconato de clorexidina com 0,2%, 0,5%, 1%, 2% ou 4%. Com os utensílios metálicos ou de vidro a esterilização é realizada com auxílio de uma estufa ou da autoclave à 121ºC por 30 minutos.

Na área da saúde, os resíduos sólidos gerados são descartados conforme o risco que apresentam, por isso têm cores variadas. Os resíduos químicos são descartados em sacos cor de laranja; resíduos biológicos sacos brancos leitosos. Os sacos de cor cinza são resíduos gerais não recicláveis e os recicláveis são de cores variadas de acordo com o tipo de material, como por exemplo, papel, metal, plástico e etc.

Os resíduos perfurocortantes, por apresentarem um maior risco, são descartados em recipientes rígidos e resistentes, chamados de coletores de perfuro. Geralmente têm cor amarela e possuem o símbolo de material ou substância infectante.

A apresentação e a postura adequada dos profissionais esteticistas indicam a seriedade, o profissionalismo e valorização do seu trabalho e de seus clientes. Um esteticista deve se apresentar sempre limpo, com as unhas cortadas e sem esmalte escuro, cabelos presos, boa aparência, maquiagem e perfumes suaves, vestimenta adequada e principalmente utilizando os EPI’s.

Orientadora: Profª. Ms.Katucha Rocha de Almeida